Os Negros

Quando:
13 de Outubro, 2017@9:00 pm_10:30 pm
2017-10-13T21:00:00+01:00
2017-10-13T22:30:00+01:00
Onde:
São Luiz Teatro Municipal
R. António Maria Cardoso 38
1200-026 Lisboa
Portugal
Contacto:
São Luiz Teatro Municipal
213 257 650

Os negros. Treze atores negros. Uma peça escrita por um branco. Para um público de brancos. Mas afinal o que é ser negro? O que é ser negro quando não se vive num país negro? E antes de tudo, qual é a cor de um negro?

texto Jean Genet – encenação Rogério de Carvalho – tradução Armando Silva Carvalho – actores Angelo Torres, Binete Undonque, Cleo Tavares, Gio Lourenço, Igor Regalla, Júlio Mesquita, Laurinda Chiungue, Matamba Joaquim, Mauro Hermínio, Orlando Sérgio, Renée Vidal, Sandra Hung, Zia Soares – cenografia José Manuel Castanheira; assistente de cenografia: Pedro Silva; assistentes estagiários de cenografia: Ana Sofia Lacerda, Inês Carrilho, Filipe Alexandre Fernandes – Luz Jorge Ribeiro – figurinos Catarina Graça com execução de Aldina Jesus – adereços Mónica de Miranda – desenho de som Chullage – voz e elocução Luis Madureira – coreografia Rose Mara da Silva – fotografia Sofia Berberan e Mário César – teaser David Cardoso – apoio à produção Underground Railroad – produtora executiva Urshi Cardoso.

Teatro GRIOT é uma estrutura apoiada pela CML e Polo Cultural Gaivotas Boavista.
Coprodução: Teatro GRIOT e São Luiz Teatro Municipal
Projeto apoiado pelo Ministério da Cultura / Direção-Geral das Artes.

8 out, domingo às 17h30:
LGP – sessão com interpretação em Língua Gestual Portuguesa
AD – sessão com audiodescrição
Conversa com a equipa após o espetáculo moderada por Maria Helena Serôdio (professora e investigadora)

INSTALAÇÃO

FORA DE CENA
De Mónica Miranda
Janelão da Sala Bernardo Sassetti
Entrada livre.

A instalação coabita com a peça Os Negros, podendo ser visitada 1h antes do início de cada sessão.

Instalação que coabita com o espetáculo Os Negros e que integra uma exposição fotográfica e um vídeo que usa, de forma abstrata, as imagens inspiradas por Os Negros de Genet e do Teatro GRIOT. A imagem é aqui uma construção ritualística meta-teatral, entre o documental e o ficcional.

Deixa o teu Comentário