PT.17 – De Montemor para o Mundo

Por Pedro Mendes

Há 17 anos, Rui Horta teve um sonho: Criar um espaço de residências artísticas nas áreas do teatro, dança, performance, música, virado, essencialmente, para a criação contemporânea. Assim surgiu “O Espaço do Tempo”, no Convento da Saudação em Montemor-o-Novo. Inúmeros artistas portugueses e estrangeiros têm tido a oportunidade de tirar partido destas residências, desenvolver o seu trabalho e, em muitos casos, tornarem-se referências nacionais e internacionais.

Há 10 anos Rui Horta teve um sonho:  Dar a conhecer o trabalho dos artistas portugueses além fronteiras. Surgiu assim a Plataforma Portuguesa de Artes Performativas. A cada dois anos, reúnem-se em Montemor dezenas de programadores culturais de todo o mundo para assistir a perto de duas dezenas de criações de artistas da cena contemporânea. De 7 a 10 de Junho de 2017 foi o que aconteceu pela quinta vez. Estiveram na PT-17 60 programadores culturais internacionais que, durante quatro dias assistiram a 17 espectáculos, em cinco espaços de Montemor (Blackbox, Armazém 5, Teatro Curvo Semedo, Escola Secundária, e Convento da Saudação). Tal como tem acontecido no passado, alguns desses espectáculos irão fazer parte da programação futura de espaços culturais pelo mundo fora, e levar as nossas criações à internacionalização.

A PT é um acontecimento único no panorama internacional, ouvimos da boca de vários participantes. O facto de se realizar fora dos grandes centros urbanos, e numa pacata cidade do Alentejo, permite “respirar” (apesar do calor) e permite encontros com tempo, e também o aparecimento de conversas e contactos que, noutros eventos mais “acelerados” não é tão possível.

Não queremos deixar de destacar a lista de artistas que o júri escolheu para se apresentar na Plataforma este ano. Foram eles, por ordem de apresentação:

  • Ana Rita Teodoro
  • Cláudia Dias
  • Marlene Monteiro Freitas
  • Flora Détraz
  • Lígia Soares
  • João dos Santos Martins & Cyriaque Villemaux
  • Tânia Carvalho
  • António Torres, Bárbara Carlos e Maurícia | Neves
  • Jorge Andrade / mala voadora
  • Miguel Castro Caldas
  • Plataforma 285
  • Ana Borralho & João Galante
  • Marco da Silva Ferreira
  • André Uerba
  • Raquel André
  • São Castro e António Cabrita
  • Ana Jezabel + António Torres
  • Teatro Praga
  • Jonas&Lander

Rui Horta tem um sonho: Acabar com o sufoco financeiro quase constante, e ter recursos para, por um lado, dar mais e melhores condições de trabalho aos artistas, e também  levar a cabo uma Plataforma ainda melhor. É para isso que ele e a sua equipa trabalham todos os dias.

Directo com Rui Torrinha, programador do Centro Cultural Vila Flor (Guimarães)

 

Directo com Rui Horta no dia de encerramento da PT.17

 

Entrevista com Rui Horta, realizada em Abril de 2017

 

Mais informações:
http://www.oespacodotempo.pt
http://portugueseplatform.pt/index_pt.html

Deixa o teu Comentário