Tânia Carvalho – Entrevista

Esta semana entrevistamos a criadora Tânia Carvalho, que em Fevereiro apresentará a sua mais recente criação “Weaving Chaos” em Portugal.

TaniaCarvalhoDança, desenho, música. Fazes um pouco de tudo. Em que registo te sentes mais à vontade?
Não consigo comparar assim quantitativamente. Sinto-me de forma diferente mas à vontade em todas. Digo, à vontade, no sentido em que sou criadora e por isso, estou sempre à vontade para fazer as coisas como quero.

Quais as caracteristicas que procuras nos interpretes das tuas obras?
Depende das peças mas, no fundo, escolho intuitivamente. Normalmente gosto de ter pessoas “variadas”, se é que posso dizer assim. Mas como disse, depende bastante das peças. Como costumo imaginar mais ou menos a peça antes de escolher os bailarinos, conforme aquilo que imaginei, procuro depois as pessoas.

O que esteve na origem da criação de “Weaving Chaos”?
A odisseia de Homero. Esta peça surge de um convite/encomenda, onde teria de trabalhar sobre a odisseia de Homero.
A partir da leitura da odisseia fiz uma comparação de Ulisses com as bailarinas do ballet romântico. Ulisses, enquanto busca do caminha para casa; bailarinas, enquanto busca da perfeição do movimento. E foi este o ponto de partida.

weavingDepois das excelentes criticas francesas à peça, quais as expectativas para as apresentações em Portugal?
Não sei, não gosto de criar expectativas. Se as tenho estão muito escondidas.
Foco-me bastante é na concretização da mesma e em as arranjar as condições necessárias para que tudo corra bem. Quanto à reação do público, não adianta expectar, antes prefiro expectar pela minha.

Com o fim da Bomba Suicida, podemos contar continuar a ver trabalhos teus nos palcos?
Sim, claro. A coreógrafa sou eu e não a estrutura.
Adoro ser coreógrafa e quero continuar a sê-lo. Tenho agora uma nova estrutura para apoiar o meu trabalho, e que já está em funcionamento.

Como vês o panorama artístico em Portugal?
O panorama artístico português é muito bom, eu acho. Temos muitos criadores muito bons.

Saibam mais sobre Tânia Carvalho em http://www.taniacarvalho.org/

Deixa o teu Comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.