Candidatura para audição – nova criação de Roberto Olivan

Um projeto da Instável em coprodução com o Teatro Aveirense e o Teatro Municipal de Vila Real, com apoio do Iberescena

Datas de audição em ES e em PT
12 e 13 abril – audições em Espanha – L’OBRADOR (Deltebre) / Data limite – 4 de abril
20 e 21 abril – audições Porto, Portugal / Data limite – 1 de abril

Datas de criação/disponibilidade
Entre 6 e 24 junho e de 12 a 14 julho – em Espanha e Portugal
De 22 agosto a 10 de setembro – no Porto, Portugal

Serão realizadas duas audições: em Portugal e em Espanha. Em cada uma serão seleccionados dois bailarinos naturais ou residentes no respectivo país.

Para este projeto, procuram-se quatro intérpretes de todas as idades, sem restrição de género, com fortes capacidades físicas e de improvisação, disponíveis para processos dinâmicos e de experimentação. Excelência artística e técnica valorizadas, bem como versatilidade e capacidade para integrar propostas coreográficas delineadas por estilos contemporâneos. Aprecia-se a singularidade do intérprete e a integridade artística. Habilidades em circo e acrobacia serão bem-vindas.

Na audição em Portugal serão, ainda, seleccionados dois estagiários. O coreógrafo desenvolverá dois duetos com duas versões – para palco e para exterior.

Estás a candidatar-te para a audição em Portugal, dias 20 e 21 de abril. Receberás um convite para participar na audição até uma semana antes da mesma.

Fotografia: Jesus Robisco

Roberto Olivan
Iniciou a sua formação no Instituto del Teatre, em Barcelona, e na P.A.R.T.S., em Bruxelas. A experiência nesta cidade foi essencial ao fortalecimento da sua carreira artística. Iniciou-se como intérprete profissional na Companhia de Dança Rosas, dirigida por Anne Teresa De Keersmaeker, e dançou sob a direção de Robert Wilson, Tom Jansen e Josse de Pauw, entre outros.

Atualmente, dirige a Companhia ROPA – Roberto Olivan Performing Arts, criada em 2001, em Bruxelas, e é o diretor artístico e fundador do Festival Deltebre Dansa, evento internacional que se realiza anualmente desde 2004.

Olivan cria performances para companhias de dança, universidades, instituições de dança e escolas em todo o mundo. Em 2019 criou para a Instável a peça Timber, que tem circulado por diversos Teatros Portugueses. Paralelamente, conduz formações, trabalha como coreógrafo e intérprete na indústria do cinema, integra a direção artística de importantes eventos culturais sendo júri de competições de dança.

A sua carreira é reconhecida em todo o mundo; foi recentemente condecorado com o EFFE Award 2019-2020, com o Prémio Nacional de Cultura 2014 (Catalunha, Espanha), o Award City of Barcelona 2013 (Catalunha, Espanha), o Prémio Sebastià Gasch FAD 2012 (Catalunha, Espanha), Prix SACD da Criação Coreográfica 2001 da Société des Auteurs et Compositeurs Dramatiques (Bélgica), bem como vários outros prémios e nomeações.

Candidaturas

Mais informações

Tipo

Casting/Audição

Disciplinas

Dança

Localidade

Porto