Escola da Resistência #3: Seminário Online com João Pedro George

Entidade promotora
Teatro Experimental do Porto / Centro de Estudos de Teatro da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa

ESCOLA DA RESISTÊNCIA #3

Função social da crítica e intervenção cultural
com João Pedro George
Seminário online de discussão e debate. Plataforma Zoom.
23 de Janeiro de 2021 | 10h00-13h00

Inscrições
Inscrição gratuita através do preenchimento do seguinte formulário até 21 de janeiro:
http://bit.ly/escola-da-resistencia3

Criticar significa levantar a voz contra. Criticar é perder o medo à feroz liberdade de opinião e de pensamento. Como diz António Sérgio, «o primeiro dever de quem faz críticas é ser crítico (e crítico consigo próprio), como o do guerreiro é ser guerreiro e o do marujo é ser marujo: querer ser crítico, pois, e odiar o espírito de livre exame, é ser marinheiro e ter horror à àgua.» (António Sérgio, Ensaios, Tomo III, p. 116). A crítica, neste sentido, pode ser uma declaração de guerra contra as instituições, o seu mau funcionamento e as tentativas de ocultação dos interesses pessoais criados. Dotados de competências críticas, os indivíduos estão em condições de denunciar as injustiças sociais e a uniformidade ou absolutização das visões do mundo.

João Pedro George é Doutorado em Sociologia, durante mais de dez anos foi professor na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, onde lecionou, entre outras disciplinas, Sociologia da Cultura e Sociologia da Literatura. Tradutor, crítico (O Independente, 1997-2000) e escritor fantasma, dedica-se hoje exclusivamente à escrita, tendo publicado vários livros, entre os quais O Meio Literário Português (1960-1998), Não é Fácil Dizer bem: críticas, obsessões e outras ficções, Puta que os Pariu! A Biografia de Luiz Pacheco e O que é um escritor maldito? Estudo de sociologia da literatura. É actualmente cronista da revista Sábado, onde assina a secção “Coração, Cabeça e Estômago”.

ESCOLA DA RESISTÊNCIA
Direção e Coordenação de Gonçalo Amorim e Rui Pina Coelho, numa parceria entre o TEP – Teatro Experimental do Porto e o CET – Centro de Estudos de Teatro da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa.

O TEP – Teatro Experimental do Porto prepara-se para estrear, em novembro de 2021, o espectáculo Estética da Resistência, um texto de Rui Pina Coelho, a partir da leitura do primeiro volume de A Estética da Resistência (Die Ästhetik des Widerstands, 1975), de Peter Weiss. Sendo um romance icónico para as esquerdas europeias, é uma das obras mais importantes da literatura alemã do século XX. A ação dramática decorre no fim dos anos trinta do século XX: três jovens operários, entre os 16 e os 17 anos, procuram maneiras de mostrar o seu desprezo pela Alemanha nazi. Encontram-se em galerias de arte e em museus e, discutindo e conversando, buscando as ligações entre a resistência política e a prática artística. Nisto, faz denotar a incrível afinidade entre a resistência política e a arte. O que o romance exemplarmente propõe como forma de resistência é a fruição da arte, a camaradagem, a conversa e a paragem do tempo. Propõe a desaceleração.

Deste modo, a preparação do espetáculo tentará respeitar estas coordenadas, propondo à equipa artística uma jornada de maturação progressiva dos conteúdos e temáticas a trabalhar.

Esta jornada de estudo e resistência será a Escola da Resistência.

Um conjunto de intervenções artísticas e/ou académicas realizadas na sala de ensaios* do TEP – Teatro Experimental do Porto. Pretende-se que cada um dos momentos seja um encontro informal com os espectadores, aproximando o público aos processos de criação artística, esbatendo as fronteiras entre quem faz e quem vê, quem fala e quem ouve, quem pensa e quem aprende, continuando, deste modo, as linhas de trabalho existentes no TEP nos últimos anos, em que os se procuram processos de criação, de escrita e de encenação, horizontais e colaborativos.

* Tendo em conta as condicionantes impostas pelo surto da covid-19 e as recomendações da Direção-Geral da Saúde, o seminário com João Pedro George decorrerá online. Se as condições permitirem, as próximas sessões da Escola da Resistência realizar-se-ão presencialmente.

Data limite
21 Janeiro

Local
Online

Contactos
Contactos CCT / TEP
Rua do Paraíso 217, 2.º piso, sala 7
4000-377 Porto
+351 22 372 2340 I geral@cct-tep.com

Mais informações

Tipo

Conferência/Debate

Disciplinas

Outra

Localidade

Online