Parábola do pão

Por Juan Villoro Os governos do mundo anunciam cortes na cultura em nome da economia (ser supremo da teodiceia contemporânea). O paradoxo é que as pessoas sobrevivem ao confinamento graças à cultura. Há muitos séculos, o esforço de lavar roupa supera-se cantando. Churchill assegurava que a Grã-Bretanha ganhou a guerra por não ter fechado os […]

Coffee Break Episódio 3: A cavaqueira do poste

No episódio desta semana do “Coffee Break” poderás ouvir a estreia da rubrica “Dramaturgia transatlântica”, uma parceria com a 33 Ânimos, em que te trazemos mensalmente leituras encenadas de textos de dramaturgos lusófonos contemporâneos. Nesta primeira edição, podes ouvir a peça “A cavaqueira do poste” do dramaturgo moçambicano Sérgio Mabombo. Fizeram a leitura os actores […]

Um teatro tem de estar aberto ou fechado

Por Jorge Silva Melo Il faut qu´une porte soit ouverte ou fernée (Uma porta tem de estar aberta ou fechada) é como se chama uma leve comédia (1845) de Alfred de Musset, romântico e escritor de teatro que mal era representado na sua breve e tumultuosa vida. Penso nisso agora que vou lendo as propostas […]

Taciturnidade

Por Fernanda Mira Barros Terminei o texto anterior dizendo que Hedda Gabler não é de todo uma vaca. Referia-me à protagonista da peça homónima e usei “vaca” em sentido figurativo. Porém, lendo ou assistindo à peça, o difícil é não concluir isso mesmo — porque Hedda Gabler é uma mulher vingativa, manipuladora, que trata mal […]

Coffee Break Episódio 2: Tudo é silêncio

Esta semana estreia-se mais um conteúdo mensal no “Coffee Break”. São as conversas informais com o mesmo nome que começaram a acontecer dia 28 de abril na plataforma Zoom. Depois de acontecerem serão difundidas no podcast. A primeira teve como tópico “Tudo é silêncio: Quando isolamento físico é sinónimo de isolamento social”, e teve como […]

O Japão ficava tão perto

Por Ondjaki Há pessoas que escrevem a partir de dentro, e por isso qualquer país mesmo exterior lhes aparece com delicadeza e suavidade. É o caso da poeta Paula Tavares (Angola) e o poeta Eduardo White (Moçambique). Esta leitura é uma brevíssima homenagem a esses dois mágicos nomes da literatura universal. Uma espécie de leitura. […]

Teatro só há um, o institucional e mais nenhum

Por Jorge Silva Melo Pois foi no PUBLICO de 3ª feira, 5 de Maio, que saiu um bom artigo intitulado “Teatros apostam tudo na rentrée de Setembro”, um artigo longo, inegavelmente bem feito, cuidado, assinado por três excelentes jornalistas, a Inês Nadais, o Sérgio C. Andrade e o Gonçalo Frota, gente estimável e mesmo amiga […]

Fumo e Espelhos: O retrato de

Por Ivo Saraiva e Silva “Da perceção e da comunicação atuais desaparece cada vez mais o próximo que temos diante de nós, na medida em que representa a presença do outro. O próximo que temos à nossa frente degrada-se cada vez mais, reduzindo-se a um simples espelho em que cada um de nós se reflete. […]

Coffee Break Episódio 1: Os dias úteis de Patrícia Portela

Naquele que é, de facto, o episódio inaugural do nosso podcast “Coffee Break”, trazemos-te uma entrevista com a escritora (e muitas mais coisa) Patrícia Portela. Está, desde 1 de Março, à frente dos destinos do Teatro Viriato em Viseu, e é a fundadora da Associação Cultural Prado, com quem o Coffeepaste tem uma parceria. Neste […]

Vão abrir teatros. E nós?

Por Jorge Silva Melo Sim, a partir de 1 de Junho, haverá teatros que podem abrir ao público, ainda bem. Com todas as medidas de segurança e higiene, ainda bem. Claro que ainda não sabemos quais exactamente nem muito menos qual será a reacção dos eventuais espectadores. Quererão ir? Quererão ficar sentados com outras pessoas, […]