Coffee Break Episódio 57: Pedro Wallenstein e a GDA

O nosso convidado desta semana é Pedro Wallenstein, Presidente da GDA (Gestão dos Direitos dos Artistas). Fez-se o balanço dos 25 anos da GDA e dos 10 anos da Fundação GDA, falou-se do livro “Colher para semear”, comemorativo dos aniversários e da autoria da escritora Cláudia Galhós, abordou-se a campanha #GoodMUD, que está neste momento […]

Crónica de um Diário Gráfico

Por Rachel Caiano Gosto de utilizar o diário gráfico como um bloco de notas, notas estas que podem ser: esboços, apontamentos escritos, listas de compras, poemas, moradas, números de telefone, lembretes etc. Este espaço é um espaço de liberdade, porque admite o erro e a mistura de registos. O diário é também uma forma de […]

Tá difícil falar de coisa bonita

Por Keli Freitas Tá difícil falar de coisa bonita, tá difícil falar de coisa triste, tá difícil falar de coisa boa, tá difícil falar de coisa ruim, tá difícil falar. Tô precisando ficar calada um pouquinho. Às vezes é o que dá. * Lembrei de uma vendedora de cerveja que vi há séculos numa rua […]

(In)significância[1] ou um drama humano

Por Inês Lampreia No século XXI as pessoas vivem transtornos singulares. No âmbito do mundo global da informação e do entretenimento, e através da inevitável mistura entre os mesmos, a fama é muito menos estável. Sedimenta-se a máxima de que “ser famoso já não depende de ter feitos extraordinários”. Basta trabalhar para o sucesso. Pedro […]

Coffee Break Episódio 55: Adão e Eva

Neste episódio poderão ouvir mais uma leitura encenada do ciclo “Dramaturgia transatlântica”. “Dramaturgia Transatlântica”, é uma parceria do Coffeepaste com a 33 Ânimos, onde mensalmente vos trazemos uma leitura encenada de um autor lusófono e contemporâneo. O texto deste mês chama-se “Adão e Eva”, é da autoria de Mário Lúcio Sousa, e é lido por […]

o amor tem os dias recortados

Por Ondjaki (…) o homem colava as letras e depois de recortadas arrumava-as num pequeno espaço aberto e, aos poucos, via surgir de novo, como que renascidas, as palavras em juras de amor, ditas com inocência e candura (como se dessa fórmula dependesse o sucesso do condenado-amor atravessado pela tempestade dos anos e da costumice) o homem […]

A Batalha de Aljubarrota de Ricardo Neves-Neves

Papo-secos, carcaças, bolas de água, pães-de-leite e, pontualmente, um mais ameaçador pão de Mafra, voam de um bastidor ao outro. Já diz o povo, e com razão, que não há fome que não dê em fartura: é exatamente a sensação que fica neste tão aguardado regresso aos palcos para assistir a A Batalha de Aljubarrota, […]

Eu, Lixo

Por Patrícia Portela Diz o dicionário que LIXO é tudo o que se varre de casa, tudo o que não presta, tudo o que se deita fora, o que vai parar a um caixote, a um esgoto, a um aterro. O LIXO é uma imundície, são detritos, sobras, é tudo o que pode ser eliminado. […]

Para palavras do presente com sotaque do passado, que futuro?

Por Isabel Garcez Muito se elogiou o discurso do presidente da República nas comemorações do passado 25 de Abril. Fiquei surpreendida; eu tinha acompanhado os discursos em direto (ou seja: sem edição jornalística) e não me apercebera do quão «notável», «inteligente», «inspirado» e inspirador», etc., etc., etc., tinha sido o discurso do senhor presidente… É […]

Viciados na nossa raiva

Por Renny Pritikin Nos próximos quatro anos, os Estados Unidos terão um líder que tentará reparar o tecido social dilacerado por Donald Trump. Enquanto escritor, curador e poeta norte-americano, a Umbigo pediu-me que partilhasse as minhas considerações sobre a transição de Trump para Biden, do ponto de vista das comunidades literárias e de artes visuais. […]