De Repente Fica Tudo Preto de Gente

Quando:
23 de Setembro, 2014@9:30 pm_10:30 pm
2014-09-23T21:30:00+01:00
2014-09-23T22:30:00+01:00
Onde:
Maria Matos Teatro Municipal
Avenida Frei Miguel Contreiras 52
1700 Lisboa
Portugal
Custo:
Preço: 14€ (público em geral), 7€ (com desconto) e 5€ (menores 30 anos)
Contacto:
Teatro Municipal Maria Matos
Geral 218 438 800/Bilheteira 218

repentemariamatos1.jpg

Partindo de Massa e Poder, livro de Elias Canetti de 1960, De repente fica tudo preto de gente investiga a massa humana enquanto multidão de singularidades. A massa humana é uma aparição tão enigmática quanto universal, que, de repente, se forma onde antes nada havia. Espectadores e intérpretes partilham o espaço, lugar de combate e resistência. Sob a forma indistinta da massa, coabitam diferenças e o corpo torna-se lugar de encontros e de possibilidades. Marcelo Evelin coreografa o público, expondo-o aos movimentos imprevisíveis dos bailarinos e conduzindo, assim, uma experiência sensorial inédita e fascinante.

Figura emblemática da dança brasileira, Marcelo Evelin é coreógrafo, investigador e intérprete. Trabalha em Amesterdão há mais de 20 anos e há oito que se divide entre a Holanda e o Brasil, onde fundou o Núcleo do Dirceu, plataforma de artistas contemporâneos independentes que coordenou até meados de 2013. Regressa ao Teatro Maria Matos depois de aqui ter apresentado Matadouro, um espetáculo inesquecível sobre o Sertão brasileiro.

criação e interpretação: Andrez Lean Ghizze, Daniel Barra, Elielson Gomes, Hitomi Nagasu, Jell Carone, Loes Van der Pligt, Marcelo Evelin, Márcio Nonato, Regina Veloso, Rosângela Sulidade, Sérgio Caddah, Sho Takiguchi, Tamar Blom, Túlio Rosa e Wilfred Loopstra coprodução: Festival Panorama, Kyoto Experiment com o apoio de Saison Foundation e Kunstenfestivaldesarts apoio: Theater Instituut Nederland (TIN) e Performing Arts Fund NL
difusão internacional: Materiais Diversos

Deixa o teu Comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.