||a falha de onde a luz

Quando:
24 de Março, 2015@9:30 pm_10:30 pm
2015-03-24T21:30:00+00:00
2015-03-24T22:30:00+00:00
Onde:
DNA
Rua Gaivotas 6
1200-066 Lisboa
Portugal
Contacto:
Festival Cumplicidades
© Helena Nogueira Silva

© Helena Nogueira Silva

de Sónia Baptista

No avançar, a descoberta de uma cartografia pessoal não é, no fundo, inventada, o caminho existe e existiu antes, sempre? Nascem novas estrelas, outras morrem mas existem estrelas, sempre? No fundo é preciso que o caminho se vele, por encantamento, para ser depois revelado, no desencantamento.

É feio o caminho e pode sê-lo, justiça é sua. É duro o caminho e pode sê-lo, beleza nele haverá.

Em a falha de onde a luz explora-se a criação de uma narrativa poética dita e feita, clara.  A artista é também o meio, a história,  o instrumento/ objecto do trabalho, habitando-o e sendo habitada por ele. Ele, o actor, é um meio, a meio do caminho, para caminhar lado a lado e dar a mão.

Deixa o teu Comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.