Sugar

Quando:
2 de Fevereiro, 2018@9:30 pm_11:00 pm
2018-02-02T21:30:00+00:00
2018-02-02T23:00:00+00:00
Onde:
Teatro Helena Sá e Costa
Rua da Alegria 503
4000-300 Porto
Portugal
Contacto:
Teatro Helena Sá e Costa
225 193 760

Como vêem não temos nada de novo a dizer-vos. Talvez não cheguemos sequer a ser ouvidos, o que não é mau de todo. Talvez a história nos resuma numa frase muito curta. Temos a certeza que não iremos ser lidos. Por exemplo, a esta altura do hipertexto, um dos dois únicos leitores que nos seguem, até há uma linha atrás, já nos abandonou – fez scroll ou abriu um link – e o outro, se não nos deixou ainda, deve estar prestes a fazê-lo. Basta a notificação de uma nova mensagem e é o suficiente para nos abandonar por completo. Logo agora que íamos dizer-lhe o quanto o amamos. Hey, volta aqui! Nós A-MA-MOS-TE!! Nós amamos-te e queremos agradecer-te toda a proteção que nos tens dado nestes últimos cinco, quase seis, segundos de namoro. Queríamos dizer-te que desconhecemos o nosso futuro mas não queremos parecer ingratos. Temos tentado ser menos egoístas, todos os dias, e valorizar ao máximo as coisas mais simples. Temos tentado passar menos tempo agarrados às redes sociais, e ter uma alimentação mais equilibrada, com menos gorduras saturadas e açucares super refinados. Temos valorizado a família e os laços de amizade. Temos sido mais poupados e não gastamos em coisas supérfluas. Tentamos gastar menos recursos e reciclar sempre que possível. Na verdade não nos importamos nada de continuar a brincar ao teatro contigo, a aturar o teu temperamento e a tua arrogância. Sempre na esperança de um dia podermos ser mais compreensivos e escutar-mo-nos um ao outro. Mas há muita coisa que nos derrota. Não sabemos se aguentamos a pressão. Não sabemos sequer se nos amas, se conheces a nossa existência ou o optimismo com que a ti nos dirigimos. Também não nos iludimos mais. Acima de tudo gostávamos que compreendesses que já não sonhamos uma ideia de felicidade que não contemple toda a tristeza que é o mundo em que vivemos. Não sabemos nada, nunca o soubemos.

Deixa o teu Comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.