The Rape of Lucretia

Quando:
7 de Janeiro, 2018@4:00 pm_6:30 pm
2018-01-07T16:00:00+00:00
2018-01-07T18:30:00+00:00
Onde:
Teatro Nacional São João
Praça da Batalha
4000-101 Porto
Portugal
Contacto:
Teatro Nacional São João
800 108 675

Abrimos 2018 dando as boas-vindas à mais recente produção de ópera do Teatro Nacional de São Carlos: The Rape of Lucretia, de Benjamin Britten (1913-1976), compositor que no pós-guerra ousou renovar os cânones operáticos e entre cujos feitos se conta a reabilitação da tradição da ópera de câmara que havia sido uma das glórias do Barroco britânico. Escrita após o retumbante êxito de Peter Grimes, The Rape of Lucretia (1946) é a primeira dessas óperas de câmara de Britten, cujo libreto de Ronald Duncan se inspira no texto dramático do dramaturgo francês contemporâneo André Obey, mas também no célebre poema narrativo de Shakespeare. Duas personagens – um coro feminino, outro masculino – comentam a ação numa perspetiva cristã, introduzindo-nos na narrativa sobre a castidade de Lucrécia, violada por Tarquínio, o filho do tirano que governa a Roma pagã. Ao suicídio de Lucrécia segue-se a vingança de Colatino, um dos artífices da revolta popular que culminaria no fim do poder etrusco e no estabelecimento da res publica romana. Com direção musical de João Paulo Santos e encenação de Luis Miguel Cintra, The Rape of Lucretia traz de volta não apenas a ópera ao TNSJ, mas também um compositor que dialoga com as mais altas tradições operáticas, introduzindo-lhes sinais de uma profunda originalidade.

de
Benjamin Britten

Ópera em dois atos, com libreto de Ronald Duncan segundo André Obey, William Shakespeare

direção musical
João Paulo Santos

encenação
Luis Miguel Cintra

figurinos
Ana Simão

desenho de luz
Rui Monteiro

elenco
Marco Alves dos Santos (Coro Masculino), Dora Rodrigues (Coro Feminino), Luís Rodrigues (Collatinus), Christian Luján (Junius Brutus), André Baleiro (Tarquinius), Maria Luísa de Freitas (Lucretia), Ana Ferro (Bianca), Joana Seara (Lucia)

Orquestra Sinfónica Portuguesa

maestrina titular
Joana Carneiro

produção
Teatro Nacional de São Carlos

estreia 2Dez2017 Teatro Nacional de São Carlos (Lisboa)

dur. aprox. 2:30 com intervalo

M/6 anos

Espetáculo em língua inglesa, legendado em português.

Deixa o teu Comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.