Twelfth Night

Quando:
31 de Outubro, 2014@9:00 pm_11:15 pm
2014-10-31T21:00:00+00:00
2014-10-31T23:15:00+00:00
Onde:
CCB
Jardim da Praça do Império
1400 Lisboa
Portugal
Custo:
Plateia 13,5 €. Laterais 11 €
Contacto:

Twelfth-NightCOM
Filomena Cautela (Viola), Mick Greer (Feste), Pedro Pernas (Duke Orsino), Gonçalo Filipe Cabral (Curio/Officer), Celia Williams (Maria), Jonathan Weightman (Sir Toby Belch), Eduardo Ribeiro (Sir Andrew Aguecheek), Maria Carson (Olivia), Keith Davis (Malvolio), Tomás Anderson (Sebastian), Norman McCallum (Antonio) Robert Clowes (Priest) e Cassandra Woolford (Feste’s Zanie)
E
Trio WB:
Duncan Fox (contrabaixo), João Miguel Dias (piano), Bruno Graça (clarinete)

ENCENAÇÃO Valerie Braddell

Na mais perfeita das comédias de Shakespeare, o sonho mescla-se com a realidade da vigília, e o riso tempera a dor.

O título com que a peça se identifica surge associado à folia festiva do dia de Reis, o 12.º após o Natal e o divertimento é nela produzido a partir dos jogos de engano e de máscara que nós humanos empreendemos em nome da pulsão amorosa.

O espectáculo procura exponenciar o papel que a música aqui desempenha; até mesmo Viola, a figura central feminina, partilha o nome próprio com um instrumento musical. Feste, o bobo outsider e observador, o mais sagaz das personagens da peça, conduz-nos para o interior do seu sonho encenado: o lugar ficcional de uma mediterrânica Ilíria onde todos irão manifestar o desejo pela condição de apaixonados; amarem e quererem ser alvos de Eros, esse poderoso deus irrequieto, filho de Afrodite, nascida do mesmo mar de fábula onde a tempestade inicial ocorre.

THE LISBON PLAYERS

A companhia The Lisbon Players foi fundada em 1947 e instalou-se no Estrela Hall, em Campo de Ourique, desde então sua casa-mãe. É a mais antiga companhia em função contínua em Lisboa, e a segunda mais antiga do país.
Nos primeiros tempos, a companhia era composta essencialmente por expatriados britânicos e de outras nacionalidades de língua inglesa que viviam em Lisboa. Nos últimos anos tem deixado de ser assim e embora mantendo o seu propósito original de apresentar peças em língua inglesa, os elencos e as equipas são agora uma autêntica mescla de nacionalidades sendo que a grande maioria dos espectadores são de nacionalidade portuguesa.

Deixa o teu Comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.