Jorge Silva Melo – Entrevista

“Estados Unidos, anos 1940. Willy Loman quer dar o mundo aos seus filhos, quer que o conquistem. Depois de 34 anos a trabalhar como caixeiro viajante, vê os seus sonhos desvanecerem-se, perdendo o chão e, consequentemente, a noção de realidade”. Assim começa a sinopse de “Morte de um caixeiro viajante”, de Arthur Miller, dirigido por Jorge Silva Melo. Conversámos com o encenador sobre este seu regresso a Miller, sobre vários aspectos deste texto, sobre a construção do espectáculo, e sobre o futuro. O espactáculo estará em cena no Centro Cultural de Belém de 6 a 15 de agosto de 2021.

Se quiseres apoiar o Coffeepaste, para continuarmos a fazer mais e melhor por ti e pela comunidade, vê como aqui.

Deixa o teu Comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.