pequenas frases anónimas

Por Ondjaki

Durante as aulas de teatro, a professora pediu para inventarmos um diário, e um personagem ou mais de um: o que seria um modo de descansar da vida, pondo nesse diário outras janelas que não frequentávamos no quotidiano.

Durante as aulas de teatro, os alunos pensavam que estavam a inventar fugas à vida ou à aula; cedo se aperceberam que abriam assim pequenos caminhos não apenas dentro da arte mas também dentro das suas vidas.

A escrita aparecia não como o único mas como mais um método de fuga e complemento ao sonho e à dor que compõem os dias do nosso mundo.

Parecia teatro, disse alguém, mas era pele.

ondjaki (luanda/angola). escreve para contar, e às vezes sonha poemas.
gosta de lesmas, borboletas e do sal dos sonhos.

Esta iniciativa resulta de uma parceria Coffeepaste / Prado. A Prado é uma estrutura financiada pela DGArtes / Governo de Portugal para o biénio 2020/2021.

Se quiseres apoiar o Coffeepaste, para continuarmos a fazer mais e melhor por ti e pela comunidade, vê como aqui.

Deixa o teu Comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.