Um Bibliotecário Sobre Rodas

Por Blimunda José Diniz foi um dos muitos bibliotecários do programa das Bibliotecas Itinerantes da Gulbenkian, que garantiu o acesso ao livro num país que tinha, então, elevadas taxas de iliteracia. O jornal digital Médio Tejo noticia a morte de um homem que dedicou parte da vida a levar livros ao encontro dos seus leitores. José […]

John Berger: Perfil de um renascentista do Século XX

Por Sara Figueiredo Costa Quando publicou G, romance ambientado numa Europa anterior à I Guerra mundial, John Berger queria testar certos limites da linearidade narrativa, mas igualmente criar uma personagem ficcional que reflectisse uma ideia do mundo assente na luta de classes. Estávamos em 1972 e, entre experimentalismo e teoria marxista, o romance do autor […]

Quem tem medo de JP Cuenca?

Por Andréa Zamorano Infelizmente, como diria Barthes, “a linguagem humana é sem exterior: um lugar fechado. Só se pode sair dela pelo preço do impossível: pela singularidade mística…”  São as frases, os versos, os textos, as parábolas atreladas a metáforas, metonímias, personificações ou até paródias que dotam a linguagem de significações novas, às vezes poéticas […]

João Botelho e o cinema de dissidência

Por Ricardo Viel A rapidez com que João Botelho (Lamego, 1949) fala é inversamente proporcional à velocidade dos filmes que faz. As suas criações, que pertencem ao “cinema do tempo” em contraposição ao “cinema de movimento”, não têm nada a ver com a forma como as ideias surgem na sua cabeça e brotam da sua […]

O que devemos a Angela Davis

Por Sara Figueiredo Costa Na capa da revista Life de 11 de Setembro de 2011, o rosto de Angela Davis era um desafio. O título «The making of a fugitive» parecia querer transformar esse desafio numa ideia algo desesperada de clandestinidade, mas o olhar daquela mulher, a cabeça emoldurada por um cabelo enorme e orgulhosamente […]

Saramago, um escritor brasileiro

Por Andréa Zamorano Tudo o que aqui será contado não foi visto, nem testemunhado, muito menos inventado por mim. O autor desta crónica é Antônio Torres.  Essa que vos fala, tomada por um alto grau de irresponsabilidade, pretende ser apenas um instrumento. E para que sejam feitas as devidas vénias e dúvidas não restem quanto […]

O Conto Burocrático do Capitão do Porto e do Diretor da Alfândega

Por José Saramago Quando o capitão do porto entrou no gabinete e viu em cima da mesa a folha de papel azul, acenou ligeiramente com a cabeça e fez uma cara que qualquer observador, mesmo desconhecendo antecedentes e razões, não teria dúvidas em qualificar de irónica, como se a simples presença daquele papel tivesse acabado […]

Parábola do pão

Por Juan Villoro Os governos do mundo anunciam cortes na cultura em nome da economia (ser supremo da teodiceia contemporânea). O paradoxo é que as pessoas sobrevivem ao confinamento graças à cultura. Há muitos séculos, o esforço de lavar roupa supera-se cantando. Churchill assegurava que a Grã-Bretanha ganhou a guerra por não ter fechado os […]

Promover a leitura com a mediação do ecrã

Por Andreia Brites Alice Vieira disse um dia que a culpa de as crianças terem deixado de ler foi das vacinas. Com humor a escritora referia-se aos tempos infindáveis que se passava a recuperar de sarampo ou varicela sem qualquer ajuda, sequer, de uma televisão inexistente. Mais de meio século depois as pessoas, desta feita […]

Volunturismo

Por Andréa Zamorano Paul abriu o mesmo site que os seus colegas de curso haviam utilizado no último período letivo, precisava apenas escolher a experiência que melhor se enquadraria com o seu resumé, “cavar poços artesianos”, “cuidar de crianças num orfanato”, “ensinar inglês”, “ensinar música”, “trabalhar num abrigo de animais abandonados” ou “colaborar em projetos […]