Workshop Coffeepaste – Ponto Zero

Com Raquel Castro

ESGOTADO

Datas de realização

19 janeiro e 2 fevereiro 2019 (sábado e domingo)
10h00-13h00; 14h00-18h00

Sinopse

Aquilo que mais me interessa na criação artística é o exercício continuado de transformar ideias em matéria presentacional e a constante procura de uma voz autoral.

Gosto dos processos, de os pensar e construir e de criar condições para ter pessoas à minha volta que me façam questionar e surpreender.

Neste workshop vamos debruçar-nos sobre o processo de construção de um objecto teatral: definir pontos de partida e reflectir sobre as principais etapas da construção de um espectáculo desde a sua concepção até à sua execução. Durante a oficina exploraremos formas de gerar e fixar material, processos de escrita para a cena, o trabalho em co-criação, metodologias de trabalho, etc.

Vamos falar de brainstormings, improvisação, pesquisa, meios de produção, dramaturgia, como fazer projectos, etc.

É necessário trazer um ponto de partida para um espectáculo, ou seja, aquilo a que responderíamos se nos perguntassem: gostavas de fazer um espectáculo sobre quê?
(uma ideia, uma notícia de jornal, uma inquietação, um texto seu ou de outro, etc)

Local

Atelier Real
R. do Poço dos Negros 55
1200-038 Lisboa

Destinatários

Esta oficina é dirigida a actores, encenadores e estudantes de artes performativas.

Preço

75€ (até 11 de janeiro)
85€ (a partir de 12 de janeiro)

Raquel Castro

Licenciada em Teatro – Formação de Atores da Escola Superior de Teatro e Cinema (2005-2008). Licenciada em Enfermagem (2004).
Participou no Laboratório de Biografia do Teatro Maria Matos (com workshops e palestras de Rui Catalão, Nature Theater of Oklahoma, Xavier Le Roy, Nelson Guerreiro e Maria Antónia Oliveira) e fez o workshop Devising within a community com a companhia de teatro norte- americana The Team. Participou na XXII edição da École des Maîtres, sob a direção de Constanza Macras.

Como intérprete trabalhou em teatro com Pedro Gil, Gonçalo Amorim, Madalena Victorino, Giacomo Scalisi, Ricardo Gageiro, Mickael Oliveira, Nuno M Cardoso, Mónica Calle, Rui Pina Coelho, Tónan Quito e Tiago Rodrigues.

Criou o espetáculo OS DIAS SÃO CONNOSCO (2013, Teatro Maria Matos), a exposição /performance UMA RETROPECTIVA (2013, Negócio/ZDB), em colaboração com Mariana Tengner Barros, encenou/interpretou a peça DONA DE CASA de Esther Gerritsen (2014, Negócio/ZDB), co-criou com Gonçalo Amorim, Pedro Gil e Rui Pina Coelho o espectáculo CASA VAGA (2015, TEP/Teatro Rivoli) e com Pedro Gil e Miguel Castro Caldas o espectáculo TERRENO SELVAGEM (2016, Teatro D. Maria II). Em 2016-2017 foi apoiada pela Rede 5 Sentidos para desenvolver o espectáculo O OLHAR DE MILHÕES, que foi apresentado em dez cidades portuguesas.

http://cargocollective.com/raquelcastro